ÚLTIMAS

6/recent/ticker-posts

Entenda como funciona o NEC/Navegantes

Nessa bela matéria do portal Esporte Campeão, entenda como funciona o NEC Navegantes, que joga em São João Batista, que foi campeão da Série B Catarinense em 2019 como Barroso, e que não subiu por falta de estádio.

O Navegantes Esporte Clube, que até ano passado jogava com o nome fantasia de Almirante Barroso estava sumido. O “Barroso” futebol não existe mais. Porém o NEC tem a vaga na Série B, confirmou que vai jogar em São João Batista e só. O que aconteceu? Quem comprou o NEC? Por que São João Batista? E o que desperta mais curiosidade, qual o futuro deste clube-empresa que nos últimos anos conquistou dois títulos da segunda divisão?

Em 2019, o NEC Barroso foi campeão da Série B do Campeonato Catarinense e conseguiu a vaga para a Série A de 2020. Porém o estádio Camilo Mussi precisaria passar por reformas para atender as exigências do Caderno de Encargos da Federação. O custo da reforma seria muito caro e a solução foi tentar outro estádio para jogar. Sem acordo com o Marcílio para atuar no Gigantão, a diretoria optou por abrir mão da vaga e ficar na Série B. O Juventus de Jaraguá, terceiro colocado foi promovido.

Com pouco tempo para montar um time competitivo para a Elite, uma parceria surgiu. Uma base de jogadores do Barroso migrou para o Juventus, incluindo a diretoria de futebol. O então presidente do NEC, Hudson Moura, junto com o gestor Renê Marques fizeram uma campanha incrível levando o Juventus até a Semifinal do Catarinense. Em paralelo a isso, o Barroso ficou em segundo plano. Focado no projeto Juventus, Hudson vendeu o NEC para uma empresa de Curitiba, a Litoral Esportes.

O gestor do atual NEC passou a ser Homero Santarelli, que aceitou dar entrevista ao Esporte Campeão. Homero tem 28 anos de experiência no futebol e já foi gestor do Novorizontino, Botafogo de Ribeirão Preto, Ituano e Guaratinguetá. Em Santa Catarina, trabalhou por mais de 4 anos no Criciúma, na gestão do presidente Antenor Angeloni, conquistando em 2010 o acesso para a Série B do Brasileiro. Neste ano de 2020, Homero estava no Sobradinho de Brasília junto com a empresa que comprou o NEC.

O NEC tinha vontade de jogar no Camilo Mussi. Homero revelou que a Federação colocou em votação no Conselho Técnico. Foram 7 votos a 3, ou seja, a maioria dos clubes vetou o Camilo Mussi. A diretoria tentou Camboriú e também Brusque, mas conseguiram acordo apenas para jogar em São João Batista:

O mais perto foi São João Batista. Fizemos uma parceria com o Atlético Batistense, bancamos as reformas e os laudos para poder jogar lá.

Sobre o futuro, Homero também confirmou que o NEC vai jogar a Copa Santa Catarina em São João Batista e em caso de acesso, a diretoria tem alinhado um acordo para jogar a Série A em Brusque:

Temos algumas situações a partir de janeiro para mudar de cidade. Vamos estudar o que for mais viável para a empresa. Também já deixamos alinhados se subirmos, vamos jogar em Brusque.

A possibilidade da mudança do nome Navegantes Esporte Clube existe, até porque é remota a chance do NEC jogar lá. A intenção do clube-empresa é formar e negociar jogadores. Na Série B, o NEC vai jogar com as cores amarelo e azul. A pré-temporada está acontecendo no Camilo Mussi. O técnico será Gláucio Bastos, ex jogador do Botafogo. O perfil do time será uma mescla de jogadores jovens com atletas experientes.

Sobre o treinador, Homero destacou o trabalho com jovens e ressaltou que apesar da idade de Gláucio (36 anos, o mais jovem da Série B), ele já conhece o trabalho do profissional. Gláucio foi atacante do Botafogo entre 2002 e 2006. Como treinador, trabalhou como auxiliar no Matonense e no Batatais. Homero resume que neste ano de 2020, o trabalho deve ser de reestruturação do NEC:

Reestruturar o NEC. Fazer um bom campeonato e se der brecha conseguir o acesso. Mesclar jogadores cascudos com jogadores jovens. Espero que dê liga.

A Série B para o NEC começa no dia 1º de novembro. Domingo, às 15h00 contra o Guarani de Palhoça no estádio Renato Silveira.




Postar um comentário

0 Comentários