ÚLTIMAS

6/recent/ticker-posts

Figueirense é derrotado pelo Operário no Scarpelli

O Figueirense foi derrotado na abertura do returno da Série B. Na tarde deste sábado (07/11), o Furacão foi superado pelo Operário (PR), por 1 a 0. O gol da vitória do time de Ponta Grossa ocorreu na segunda etapa. A partida aconteceu no Estádio Orlando Scarpelli.

Com o resultado, o Figueirense permanece com 19 pontos e ocupando a 18ª posição na tabela de classificação. Na próxima rodada o Figueira enfrenta o Vitória, em Salvador, na próxima quinta-feira (12/11) às 21h30.

O jogo

Os primeiros minutos foram de muita intensidade de marcação no meio de campo por parte das duas equipes. Em bolas paradas, o Operário tentou criar oportunidades de gol, mas esbarrou na defesa do Figueirense.

Foi justamente em bola parada a primeira finalização do jogo. O estreante Erison bateu falta frontal da intermediária direto para o gol, mandando ao lado da trave esquerda do goleiro do Operário. Dois minutos mais tarde, Dudu cobrou escanteio e Vitor Mendes cabeceou pra fora.

O Figueirense chegou mais uma vez com perigo aos sete minutos. Alecsandro roubou bola no campo de ataque e acionou Elyeser, que avançou e bateu forte da entrada da área, mas mandou por cima do gol de Thiago Braga.

O Operário respondeu aos 14 minutos. Em escanteio, a bola passou por todos dentro da área e sobrou na esquerda de ataque. Em novo levantamento, Rafael Bonfim cabeceou por cima do gol.

O Furacão quase abriu o placar aos 22 minutos. Dudu cobrou escanteio no primeiro pau e Alecsandro desviou de cabeça, acertando a trave. Aos 28, Elyeser cruzou da direita e Paulo Ricardo finalizou ao lado do gol.

O Figueirense segue pressionando. Aos 38 minutos, em boa jogada trabalhada, Elyeser lançou Lucas Carvalho na área. O lateral, de primeira, serviu Alecsandro, que bateu de primeira, mas a finalização saiu prensada com a marcação adversária. Aos 40, em contra-ataque, Alecsandro lançou Leo Artur nas costas da defesa, mas o goleiro Thiago Braga se antecipou e evitou a finalização.

O início do segundo tempo foi de tentativa de pressão por parte da equipe do Operário. Em cruzamentos na área, o time de Ponta Grossa levou algum perigo, mas o sistema defensivo do Figueirense conseguiu afastar as investidas adversárias.

O Figueirense respondeu aos seis minutos. Em falta da intermediária, Elyeser cruzou buscando Vitor Mendes, mas a defesa se antecipou e evitou a finalização. No escanteio cobrado por Dudu, Alecsandro desviou, mas a zaga do Operário novamente conseguiu neutralizar o lance.

O jogo perde em intensidade, e nenhuma das duas equipes consegue criar situações de gols. O Operário, em cobrança de escanteio e posterior cruzamento rasteiro, viu a bola cruzar a meta alvinegra, mas sem maiores sustos para Rodolfo Castro.

Aos 19 minutos, em contra-ataque, o Figueirense chegou perto de marcar. Elyeser lançou Felix Micolta, que passou pela marcação e serviu Leo Artur na entrada da área. A finalização desviou na marcação, e na sequência a zaga do Operário afastou o perigo. Aos 22 minutos, Jefinho recebeu bola na entrada da área, girou e bateu forte, mas Rodolfo Castro defendeu com segurança, no centro do gol.

Aos 35 minutos, chegada perigosa do Operário. Após troca de passes, Marcelo dominou na entrada da área e bateu forte. Rodolfo Castro fez grande defesa, a bola ainda bateu no travessão e saiu em escanteio. Na cobrança, Paulo Ricardo tentou desviar e acabou marcando contra. Não deu tempo para o Figueira reagir e a partida terminou assim.


Foto: Patrick Floriani / Figueirense FC

Postar um comentário

0 Comentários