ÚLTIMAS

6/recent/ticker-posts

Flu abre 2x0 mas leva virada do Metrô no fim, que lidera Série B

Fluminense e Metropolitano abriram na tarde deste sábado (14/11) na Arena Joinville, a 4ª rodada o Catarinense Série B 2020. Fazendo sua melhor partida no competição, o Fluminense abriu 2x0, mas viu o Metrô virar o jogo já no finalzinho, depois de ter seu goleiro expulso aos 15' do segundo tempo.

O Metropolitano assume assim a liderança da competição com 7 pontos, com toda a rodada a jogar ainda, que só termina na terça-feira (17/11). O clube porém terá um jogo a menos que os demais. Já o Flu segue na lanterna com apenas 1 ponto ganho em quatro jogos, e saldo -7.

Na próxima rodada o Metropolitano recebe o Próspera, no Estádio da Baixada em Ibirama, no próximo sábado (21/11) às 16h. Antes, na quarta-feira, dia 18, recebe, também em Ibirama, o Inter de Lages em jogo atrasado da 1ª rodada. O Tricolor de Joinville vai a Tubarão, no domingo (22/11) encarar o Hercílio Luz às 18h no Estádio Aníbal Costa.

O jogo

Diferente dos jogos anteriores, o Fluminense começou a partida deste sábado encarando de igual para igual o Metropolitano, que não conseguiu impor seu ritmo à partida desde o início. 

Logo aos 17 minutos, Maykson cobrou escanteio pela esquerda e o atacante Meneses subiu mais que a zaga, abrindo o placar para o Flu. Logo na sequência, aos 20', outro escanteio para o time da casa, a bola sobrou novamente para Meneses que chutou, mas a bola acabou batendo na mão de Fábio Sá. Pênalti que o centroavante nigeriano Ebere cobrou com categoria, deslocando o goleiro Silva e ampliando a vantagem.

Mas ainda na primeira etapa, o Metropolitano iniciou sua reação. Aos 32, o goleiro Silva cobrou tiro de meta direto nos pés de Gustavo. O atacante avançou, protegeu a bola e da entrada da área chutou cruzado para diminuir. Foi seu terceiro gol na competição, agora artilheiro ao lado de Diego Torres da Caçadorense. O time de Blumenau foi para a pressão final e já no acréscimos, Gustavo fez grande jogada dentro da área pela direita e cruzou, a zaga afastou mal e Fábio Sá, quase da marca do pênalti, aproveitou para deixar tudo igual.

O segundo tempo começou com as duas equipes trocando ataques. Mas aos 12 minutos um lance modificou a dinâmica da partida. Uma reposição rápida do goleiro Silva pegou a defesa do Flu desprevenida, Gustavo dominou e avançou. No bico da grande área o goleiro Tricolor Edson saiu para evitar o gol, mas cometeu falta e acabou expulso pelo árbitro Gunar Welsch. 

Metrô então partiu pra cima e criou grandes chances, com o goleiro reserva Anthony fazendo grandes defesas. O Fluminense tentava levar perigo nos contra-ataques, mas não encaixou nenhum. A virada veio aos 40'. Após escanteio, Léo Campos pegou a sobra na intermediária, girou e de muito longe acertou um chutaço de canhota para dar números finais à partida.




Postar um comentário

0 Comentários