ÚLTIMAS

6/recent/ticker-posts

Avaí/Kindermann luta até o fim, mas é superado pelo Corinthians e fica com vice do Brasileirão Feminino

Se faltaram gols no primeiro jogo, no segundo e decisivo jogo do Brasileirão Feminino A1, eles sobraram. Uma pena que não deu para o Avaí/Kindermann, que acabou derrotado pelo Corinthians na Neo Química Arena na noite deste domingo (06/12) por 4x2 e ficou com o vice-campeonato da competição. Uma clara amostra do projeto da equipe, que chegou às quartas em 2018, às semis em 2019 e agora na grande final.

Sempre atrás no placar, as "Avaianas Caçadoras" não desistiram um minuto sequer e as muitas chances criadas dão a impressão que o resultado poderia ter sido diferente.

O jogo

Quem primeiro chegou com perigo foi o Kindermann. Aos 6 minutos, Bruna arriscou de fora da área e Lelê fez grande defesa, mandando para escanteio. Aos 28, porém, o Corinthians abriu o placar com  Gabi Nunes, que finalizou após escanteio cobrado por Diany pela direita. Aos 32 as paulistas aumentaram, novamente com Diany cobrando escanteio, desta vez pela esquerda, e com mais uma Gabi finalizando, agora a Gabi Zanotti, de cabeça. Aos 38', Bárbara evitou o terceiro gol do Corinthians, espalmando finalização de Zanotti de longe. Assim terminou a primeira etapa.

A segunda etapa começou com as donas da casa em cima. Aos 2, Adriana arriscou de fora e a bola passou com perigo à esquerda de Bárbara. Aos 6 finalmente o Avaí/Kindermann descontou, com Zoio de cabeça no meio da zaga corintiana, após cobrança de falta. Sem tempo de comemorar, aos 11 minutos o alvinegro voltou a colocar dois gols de vantagem, Tamires cruzou pela esquerda, Giovanna Crivelari tentou de cabeça, Bárbara espalmou, mas Gabi Zanotti estava lá para fazer mais um no jogo.

As catarinenses não desistiam. Aos 23', Camila sozinha pegou rebote dentro da grande área, mas isolou por cima. Na sequência, Bárbara fez duas grandes defesas no mesmo lance, nas finalizações de Portilho e Zanotti. Aos 32', mais uma vez o Avaí/Kindermann encostou no placar, quando a Lelê recebeu em velocidade, invadiu a área e bateu cruzado, pra fazer seu 11º gol na competição. Só que mais uma ducha de água fria veio, quatro minutos depois. Victória Albuquerque, havia acabado de entrar, recebeu sozinha na área arrematou sem chances para a goleira caçadora, dando números finais ao campeonato.




Foto: Fernando Roberto / Estadão Conteúdo


Postar um comentário

0 Comentários