ÚLTIMAS

6/recent/ticker-posts

Chapecoense vence o Avaí e segue firme na liderança da Série B. Azurra perde chance de escostar no G4

Avaí e Chapecoense entraram em campo na noite desta terça-feira (08/12), na Ressacada, para disputar partida válida pela 27ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. No clássico catarinense, melhor para o Verdão, que dominou as ações do embate e contou com a grande atuação de Paulinho Moccelin, que marcou o primeiro e deu assistência para Roberto marcar o segundo e liquidar a fatura.

Com a vitória, a Chapecoense chegou à marca de 54 pontos e segue isolada na liderança, com quatro de vantagem em relação ao América-MG. O Avaí permanece com com 37 pontos, na 10ª posição, a sete do G4.

O Avaí volta a campo já nesta sexta (11) contra a Ponte Preta em Campinas, às 19h15. Já a Chape joga no sábado (12), na Arena Condá, para disputar contra o CRB partida válida pela 28ª rodada da Série B. A partida acontece às 21h.

O jogo

Dominando as ações da partida desde o início, a Chapecoense confirmou a superioridade logo aos 10 minutos. Na cobrança de falta pela esquerda da cancha, Paulinho Moccelin mandou direto e encobriu o goleiro Lucas Frigeri, que estava adiantado, marcando um golaço. Logo na sequência, aos 25, Paulinho quase ampliou, mas o zagueiro salvou em cima da linha. 

Na etapa complementar, o Avaí esboçou pressão, mas a tentativa de reação esbarrou nas defesas precisas de João Ricardo. Aos seis minutos, o arqueiro verde e branco evitou o gol após uma bomba de Rômulo. Sem efetividade do adversário, a Chape foi pra cima a fim de ampliar a vantagem. A primeira boa investida foi aos 18, com Mike tentando o cruzamento e o zagueiro mandando contra a própria meta para defesa de Frigeri.

Aos 25, Paulinho Moccelin deu um drible desconcertante no marcador e cruzou na pequena área, mas na hora da finalização, Anselmo Ramon mandou por cima da meta. Na sequência, aos 29, Alan Ruschel cobrou falta com efeito e, não fosse por mais uma grande defesa do goleiro adversário, o capitão marcaria o segundo. O placar, finalmente, foi novamente mexido aos 36, quando Paulinho Moccelin tocou para Roberto marcar o seu primeiro gol com a camisa da Chape, sacramentando a vitória contra o time da capital. 


Foto: Marcio Cunha / ACF 


Postar um comentário

0 Comentários