ÚLTIMAS

6/recent/ticker-posts

Marcílio Dias e Ferrovária ficam no 0 e vaga para oitavas da Série D segue aberta

No primeiro jogo da segunda fase do Campeonato Brasileiro da Série D, o Marcílio Dias recebeu a Ferroviária-SP na tarde chuvosa deste sábado (05/12) no Estádio Dr. Hercílio Luz, em Itajaí. Apesar de boas chances de ambos os lados, o placar terminou sem alterações: 0x0.

No próximo domingo (13/12) às 18h, acontece o jogo de volta em Araraquara/SP, na Fonte Luminosa. Quem vencer, avança às oitavas-de-final. Se houver mais um empate, independentemente do placar, a disputa irá aos pênaltis.

O jogo

Mesmo com equilíbrio das ações, as principais chances da primeira etapa foram da Ferroviária, majoritariamente na parte final. Aos 3', Pio arriscou de fora da área, após rebote de cobrança de falta, mas mandou por cima. Já aos 40 minutos, a única chance do Marcílio, sem perigo: o capitão Daniel Pereira tentou de longe, mas a bola saiu longe. 

Os paulistas responderam na sequência, também de fora da área, com Tony. A bola passou raspando a trave esquerda de Beliato. Antes do intervalo, a Ferroviária chegou ao gol, mas foi anulado pela arbitragem. Anderson Rosa cobrou falta pela direita, a zaga Marcilista não conseguiu cortar e Matheus Salustiano mandou para as redes, porém o zagueiro estava impedido.

No segundo tempo, os dois times tentaram aproveitar o gramado molhado e arriscaram vários chutes de longa distância. Tony novamente fez Beliato trabalhar, aos 12 minutos. O Marinheiro não deixou barato e o lateral esquerdo Paulinho obrigou Saulo a fazer uma defesa difícil após a bola quicar à sua frente.

O jogo seguiu quente e Anderson Rosa quase abriu o placar para os paulistas aos 15, quando invadiu a área e chutou cruzado, pra fora. O zagueiro Matheus Salustiano apareceu novamente na área do Marcílio aos 16', mas desta vez cabeceando sem perigo. Na sequência, a melhor chance dos donos da casa até o momento. Anderson Ligeiro fez boa jogada pela esquerda e cruzou para Diego Silva, que sozinho, finalizou mal. 

Aos 36', Mikael desperdiçou outra boa chance do Marinheiro, chutando por cima da marca do pênalti. Aos 38', Mikael entrou com força excessiva na jogada, em cima de Everton Dias e levou cartão vermelho direto. Apesar da superioridade numérica, a Ferroviária não conseguiu se aproveitar e o placar ficou mesmo no 0x0.


Foto: Bruno Golembiewski/CN Marcílio Dias

Postar um comentário

0 Comentários