ÚLTIMAS

6/recent/ticker-posts

Nação Esportes apresenta denúncia contra o Porto na Série C Catarinense

Nesta última semana, o departamento de inteligência do Nação Esportes constatou irregularidades no Sport Club do Porto durante o jogo do último domingo, dia 3, no estádio Armando Sartti, em Porto União. A partida foi válida pela 5ª rodada do Campeonato Catarinense da Série C.

Com isso, o departamento jurídico do clube entrou em ação para intensificar as investigações. e na última quinta-feira, dia 7, protocolou a notícia de infração ao Tribunal de Justiça Desportiva de Santa Catarina, com o intuito de apurar os fatos encontrados.

A primeira suposta irregularidade envolve o goleiro FABIO VINICIO ZANIN OTTOBELLI, com o registro no BID 329.161. Fábio, de 28 anos, foi escalado em todos os jogos como goleiro titular da equipe do Sport Club do Porto. Contudo, o atleta que entrou em campo contra o Atlético Catarinense não é o mesmo que atuou contra as equipes Itajaí e Nação, nas rodadas quatro e cinco. 

O jogador irregular, com o nome de Christopher Johnson, também chamou a atenção por não falar português durante a partida. Após investigação, foi confirmado que Christopher foi formado nas categorias de base do Independente (ARG) e sequer está inscrito no campeonato, além de sequer ter o nome publicado no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF. Fotos enviadas ao TJD comprovam a acusação.

A outra suposta irregularidade envolve o camisa 10 que entrou em campo diante o Nação. Alexandre da Silva, um dos destaques no duelo, estava como listado em súmula como goleiro reserva em todas as outras quatro partidas da competição, utilizando o número 12. Estranha o fato de um atleta ser goleiro em quatro jogos e resolver mudar de função justamente na quinta rodada do campeonato, ainda mais gozando de protagonismo durante o duelo.

Não bastassem as duas queixas, o Nação também informou o descontentamento sobre os exames de coronavírus que são necessários em todos os jogos. Desde o início da competição, o Leão já investiu mais de R$ 35 mil nos exames e deixou os atletas alojados em seu próprio CT desde o dia 2 de novembro.

Com informações e fotos do Nação Esportes






Postar um comentário

0 Comentários