ÚLTIMAS

6/recent/ticker-posts

Coluna Abacate no FUT.SC: "Guarani de Palhoça: só 21 anos profissional?"

Guarani campeão da Divisão de Acesso do Catarinense em 2012

Equipe Fut SC, parceiros e visitantes, escolhi para a última edição de maio da coluna o Guarani de Palhoça. 93 Anos de história, muitos momentos relevantes, mas curiosamente é profissional apenas desde 2000. A página do clube na Wikipédia é farta, assim ficarei pelos pontos principais. 

Fundado em 15 de fevereiro de 1928 por grupo de rapazes no Clube Sete de Setembro, até 1931 não tinha campo, jogava onde hoje é a Escola Básica Wenceslau Bueno. Em 1932 Juliano Lucchi doou terreno na localidade Patural onde o clube construiu seu estádio próprio, em 1937 Candinho Carioca fundou o América, que passou a usar a sede do Guarani. Paralisado em 1936, voltaria em 1940, nova parada entre 1942 e 1943, voltando em 1944. Em 1953 o primeiro estatuto, revisado 4 vezes, em 1966 o estádio leva o nome de quem foi presidente mais vezes, João Otávio Pamplona. 

Em 1972 inaugura o novo estádio, o Renato Silveira. Em 1978 estreia nos Campeonatos da cidade, 7 títulos, e em 1996 o primeiro jogo noturno em seu estádio, contra o Atlântico, também pelo Campeonato da cidade. Em 2000, liderado pelo então presidente Amaro José da Silva Júnior e parceiros, a estreia profissional, terceiro no Catarinense Série B. Em 2002 conquista o Segundo Turno e venceu o União Timbó na Final, conquistando o Catarinense Série B, subindo para a Série A pela primeira vez. 

Quarto em 2004. Viriam mais participações, quedas, voltas. Em 2021 o Bugre Palhocense está no Catarinense Série B e aposta na força regional para voltar à elite. Boa sorte Bugre, espero escrever mais boas histórias algum dia. 

É isso e visitem meu bloguinho: www.abacateturbinado.blogspot.com.br 

* Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do FUT.SC

Postar um comentário

0 Comentários