ÚLTIMAS

6/recent/ticker-posts

Coluna Abacate no FUT.SC: "Metropolitano, Crocodilo com fome de mais história."

Metropolitano Campeão Catarinense Série B 2018

Equipe Fut SC, parceiros e visitantes, parabéns ao Figueirense pelos 100 anos. O clube faz aniversário certinho no Dia dos Namorados, vejam só. Mas já fiz coluna sobre o clube, haverão outras, hoje é sua vez, Metropolitano. Jovem clube de Blumenau, 19 anos, mas já tem muita história para contar.

Fundado em 22 de janeiro de 2002, cores verde-garrafa e branco, mas é comum aproveitar verde-greenery e já teve camisas alternativas verde-água e vermelha. No primeiro jogo, empate com o Brusque, 0 x 0. Em 2004 precisava ficar entre os 8 primeiros do Catarinense Série B (então Série A2) para chegar na Série A. Hoje comentarista da Band, Ronaldo Giovanelli foi o goleiro, mas quem se destacou quando chegou não foi muito badalado, o atacante Diego Viana, artilheiro com direito ao gol 100 do clube em jogos oficiais. Subiu. 

Sétimo em 2005, sexto em 2006, em 2007 teve grupo jovem e no início o técnico uruguaio Sergio Ramírez. Mas as coisas não foram muito bem, ele saiu, teve mais 2 técnicos. O Catarinense termina e aconteceu: o Crocodilo foi convidado para participar do Torneio do Centenário do Lustenau na Áustria. Finalista com 2 x 0 no anfitrião e campeão na Final, 4 x 2 no Saint Gallen, da Suíça.

Quarto no Catarinense de 2008, estreou no Brasileirão Série C, ficou na Primeira Fase. Outro sexto no Catarinense em 2010, com o argentino Trípodi no time e o técnico Roberval Davino. Nos anos seguintes até hoje mais participações no

Catarinense, Copa Santa Catarina, Brasileirão Série D, queda no Catarinense e volta e com alguns mais conhecidos do grande público entre jogadores e técnicos: Pingo, Mabília, parceria com empresa de André Santos, Léo Moura e Valdir Espinosa. 

Com tanta história, curiosamente apenas 2 títulos: além do Torneio do Lustenau na Áustria e o Catarinense Série B de 2018. Mas com trabalho forte e confiança, o Crocodilo será maior do que tem sido. Já tem boas histórias e tem potencial para mais. O Metropolitano deve ter a fome de vencer como seu mascote para comer, digamos assim. Boa sorte. 

É isso e visitem meu bloguinho: www.abacateturbinado.blogspot.com.br 

* Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do FUT.SC

Postar um comentário

0 Comentários