ÚLTIMAS

6/recent/ticker-posts

Coluna Futebol e Saúde: "Musculação e emagrecimento."

Foto: Nathan Cowley, pexels.com

Bom, o verão chegando e aquela vontade de entrar em forma e perder alguns quilos aumentam, estamos cada vez mais sedentários, nos alimentando mal e exercitando cada vez menos e os resultados são saúde prejudicada e quilos na balança. Mas lembramos disso apenas próximo ao verão.

Chegam os meses finais e muitos querem compensar esse tempo todo em que não deram a atenção necessária para a saúde, temos aqueles que por questões de melhora de saúde e qualidade de vida, mas temos também os que visam apenas questões estéticas. Isso não é problema se buscarem em formas saudáveis esses resultados.

O problema esta na procura de fórmulas mágicas e que podem até diminuir o peso na balança, mas muitas vezes não possibilitam um resultado saudável, duradouro e que ao interromper volta pior do que estava antes. Para um emagrecimento saudável precisamos de dois fatores simples, alimentação e atividades físicas.

Essas fórmulas momentâneas são responsáveis por muitos resultados negativos sobre emagrecimento. A cada 100 pessoas que querem 20 emagrecem e apenas 4 destas continuam no peso desejado após 1 ano. Isso para mim é simples, para ser efetivo o emagrecimento precisa ser resultado de um hábito, uma mudança de estilo de vida, passar mais tempo realizando atividades e assim o efeito verão não será mais um grande esforço, pois já estaremos numa condição física melhor.

Basicamente e de uma forma simples para um bom entendimento, para emagrecer é fundamental criar um déficit calórico, ou seja, fazer o corpo gastar mais calorias que consome e ai entram uma alimentação equilibrada e as atividades físicas.

A grande maioria que procura atividades com finalidade de emagrecimento, buscam nas atividades aeróbias as soluções (caminhada, corrida, ciclismo, HIIT,...), e estão em parte certas. Pensando em gastar mais calorias elas são muito efetivas nesse objetivo. A melhor atividade será a que o praticante mais sentir prazer em realizar, pois todos trarão muitos benefícios. Mas elas não serão as únicas que trabalharão bem o emagrecimento.

A musculação também é uma ferramenta que atua no emagrecimento, mesmo que uma sessão tradicional de musculação gaste em torno de 100 Kcal ela é importante e consegue bons resultados. Além disso, existem muitas formas, métodos, treinamentos na sala de musculação que aumentam o gasto energético dessa sessão de treino. 

Após o término da sessão de musculação o corpo continua queimando calorias no processo de recuperação e adaptação ao estímulo do treino, no treino a energia utilizada vem dos carboidratos, porém na recuperação o organismo utiliza também a gordura como fonte energética, as alterações fisiológicas modificam o metabolismo e uma destas é melhorando a resistência a insulina (facilitando no emagrecimento e fundamental para quem tem diabetes e síndromes metabólicas), regula a fome e saciedade e ainda aumentando a massa muscular e quanto mais massa mais calorias serão gastas para manter o corpo em equilíbrio.

A situação ideal para mim é utilizar de uma forma organizada e planejada as duas formas de treinamento musculação (adaptações mais profundas ao organismo) e treinamentos aeróbios (maior gasto energético). Assim ocorre uma transformação corporal e um gasto alto, mesmo que suspenda o aeróbio na frente, as adaptações geradas com essa forma farão com que esse corpo gaste mais calorias para se manter que anteriormente.

O treinamento de força é algo que defendo, pois acredito ser uma ferramenta saudável de prevenir o envelhecimento e melhorar muito a qualidade de vida, mas além do que se pensava anteriormente pode trazer outros resultados como emagrecimento, ainda mais trabalhando de forma planejada e organizada com atividades aeróbias. Se você quer soluções rápidas e saudáveis vejo ai como o melhor caminho.

A partir de agora, estarei na ACADEMIA SERSA, local para colocar em prática muitos dos conceitos tratados nas colunas e promover saúde e qualidade de vida, aproveitem e passem lá.

Abraço!!!!

* Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do FUT.SC

 

Postar um comentário

0 Comentários