ÚLTIMAS

6/recent/ticker-posts

Coluna Futebol e Saúde: "É essencial estar motivado para treinar?"

Foto: Tima Miroshnichenko - pexels.com

Motivação é assunto que considero importante de se conversar não apenas na prática de alguma atividade física, mas para tudo na vida.

Para mim a motivação potencializa os resultados de tudo o que fizermos no seu início, porém não pode ser o que vai pautar todo o processo, alguém que inicia na prática da musculação provavelmente estará motivado e esperando resultados, sendo que muitos começam a treinar hoje e amanhã já querem estar num modelo ideal mentalizado. Muitas vezes idealizam resultados muito maiores que os que conseguem atingir e isso pode gerar um descontentamento e desmotivação.

Não podemos pensar em treinar apenas quando estamos motivados, assim como não podemos ir trabalhar pelo mesmo motivo, como temos cargas horárias para cumprir no serviço estando motivados ou não precisamos realizar nossos deveres com qualidade. No treinamento é igual, para termos os resultados esperados precisamos realizar os treinos com a melhor qualidade possível e nem sempre estaremos com aquela vontade, às vezes estressados com os problemas outras vezes cansados do dia-a-dia e assim não estar com aquela vontade de treinar, mas são nesses momentos que o treinamento é importante, eles dão continuidade aos efeitos benéficos do exercício.

Não é a motivação que precisa regrar nossas atividades, mas sim a disciplina, nos disciplinarmos a realizar as tarefas (com maior qualidade possível) mesmo quando não estamos motivados para fazer essas atividades. 

Para mim, em tudo precisamos ser mais disciplinados que motivados, motivação muitas vezes vai oscilar e isso não pode interferir negativamente na busca dos resultados, agora a pessoa disciplinada realizará suas tarefas estando motivado ou não. 

Sempre digo que o melhor treino é o feito e não o perfeito (até porque perfeito não existe, isso vale para treino ou exercício) existem os mais adequados para cada pessoa pois precisa-se levar em conta a individualidade de cada um. Portanto, mesmo sem aquela motivação e vontade de treinar, fazer o treino menor é melhor do que não fazer nada. 

A disciplina leva ao hábito e o hábito leva as mudanças estruturais no estilo de vida de cada um, por exemplo, melhorar o hábito alimentar é muito melhor do que realizar dietas restritivas e muitas vezes sem acompanhamento, que quando interrompidas a pessoa pode voltar à condição inicial ou até mesmo para uma situação pior do que estava.

As pessoas que para perder peso começam dietas restritivas conseguem atingir os objetivos, nem que momentaneamente, agora se a pessoa consegue mudar seus hábitos alimentares, tendo neles posturas mais saudáveis provavelmente terão resultados melhores e mais duradouros, até porque quando algo se torna um hábito passa a não ser um fardo grande para realiza-lo e sim uma necessidade pelos resultados obtidos  ou prazer gerado.

Então o treinamento para alguns é prazer, para outros uma necessidade, mas em ambos os casos é fundamental, por isso precisamos a motivação (durante o processo, mas principalmente no início do treinamento) para começarmos esta rotina e da disciplina para criar o hábito de treinar para termos consistência, continuidade e grandes resultados.

Bons treinos.

Abraço!!!!


* Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do FUT.SC

Postar um comentário

0 Comentários