ÚLTIMAS

6/recent/ticker-posts

Coluna Futebol e Saúde: "Na musculação, o peso utilizado é o fator mais importante?"

Foto: pexels.com - Victor Freitas

Muitos ao analisar essa pergunta pensariam que o responsável pelos resultados desejados e obtidos é a carga (peso utilizado), ainda hoje vejo pessoas utilizando a carga muito elevada nos exercícios e acreditando ser ela a grande responsável pelos resultados.

Isso é um grande engano e que acaba levando a resultados menores, lesões e/ou desistência dessa atividade física. Existe uma variedade imensa de exercícios e das formas de realiza-los e cada pequena mudança na forma de realizar o exercício pode mudar significativamente o estímulo na musculatura trabalhada.

Mas fora as variações dos exercícios (que é importante) existem outros fatores importantes na seleção e execução dos exercícios. Estes realmente vão estar relacionados com os resultados que se desejam atingir, são eles: ativação muscular, sobrecarga, amplitude do movimento, tensão muscular e conexão mente-músculo.

Sobre ativação muscular, ela é a atividade elétrica sobre o músculo durante o exercício. Imagine que o músculo é um saco de canudos de refrigerante e cada canudo uma fibra muscular. Quanto mais atividade elétrica sobre as fibras maior serão o acionamento e quanto mais fibras acionadas durante um movimento maior será a força gerada. Mas uma maior ativação muscular nem sempre está associada à hipertrofia muscular, pois o resultado final depende de uma boa sintonia entre todos os fatores.

Sobrecarga é a carga externa sobre o músculo durante o exercício, muito referente ao peso (carga) utilizado no exercício. A carga gera uma tensão mecânica no músculo e por isso é sem dúvidas um fato importante para criar adaptações musculares, mas temos que avaliar qual o nível de sobrecarga impacta positivamente no resultado e quando esta é prejudicial (afetando negativamente os outros fatores, pela má execução e os riscos de lesões aumentados). Limitará muito o resultado se o praticante usar uma sobrecarga excessiva para seu objetivo e não conseguir atender satisfatoriamente os outros fatores.

A amplitude de movimento é a angulação do trabalho no músculo durante o exercício, fazer exercícios mais curtos geram amplitudes menores do que utilizando um movimento bem mais amplo na execução.  É comprovado que exercícios realizados com mais amplitudes geram mais resultados na hipertrofia muscular, além de serem mais seguros. Estudos mostram que realizar agachamento mais amplo protege melhor a musculatura em comparação com agachamentos com menor amplitude.

A tensão muscular é o tempo que a musculatura permanece contraída na realização do movimento, utilizar movimentos mais lentos gera maior tempo de tensão muscular, assim como alguns exercícios possibilitam maior tensão muscular na execução do que outros. Num exercício o aluno pega determinado peso e o tempo em que realiza este exercício tencionado resultará numa maior ação sobre o músculo, ou seja, fazer um exercício com um peso maior, porém rápido pode trazer menores resultados do que o mesmo exercício com menos peso, porém com maior tensão muscular.

Por último temos a conexão músculo-mente, que é a capacidade de contrair o músculo voluntariamente durante o movimento e onde o praticante consegue sentir mais a musculatura durante a execução do que apenas utilizando o peso do aparelho . Alguns músculos possuem mais facilidades dessa conexão, outros apresentarão uma maior dificuldade. Por isso, quanto mais a pessoa conseguir essa conexão maior será a influencia no resultado do exercício, então a concentração na realização dos exercícios também é um fator melhora o resultado, pois melhora essa conexão. 

Então, pensar apenas em sobrecarga na musculação poderá resultar mais no fortalecimento do ego do que nos resultados desejados, estes 5 fatores ( e quanto mais usados nos exercícios maiores os resultados), aliados a qualidade de execução e volume de treino (tempo de treino e que realmente é fundamental para os resultados) certamente trarão muitos benefícios e fica visível que treinar musculação vai muito além de puxar peso, é algo científico e planejado.

Abraço e bons treinos!!!!

* Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do FUT.SC

 

Postar um comentário

0 Comentários